Um pequeno grande disco

Por Phil Peres

Procyon, banda oriunda de Almada, fundada no longínquo ano de 1982, terminam a sua carreira um ano depois do lançamento deste mini-cd em 1995, depois de duas demo-tapes que elevaram o nome da banda quase ao patamar máximo do Metal Português dos inícios da década de 90.

Apesar de só termos aqui 3 temas e 11 minutos, este registo é sem dúvida um dos melhores dentro do Thrash Metal feito em terras Lusitanas. O que encontramos aqui são 3 temas orelhudos, de fácil assimilação, capaz de por o maior pé de chumbo a fazer headbanging e até mesmo a cantarolar as letras que aqui versam sobre temas de preocupação social e de relações interpessoais, mas com algum humor à mistura.

Este disco marca também a estreia da Morgana Records, editora responsável pelos clássicos álbuns de Shrine e Thormenthor e foi editado em formato CD-Single.

Formação do disco: Nuno Torres na voz, Mané Ribeiro na bateria, o baixista Daniel André e os guitarristas Jorge Facas e Pedro Koko.

Baú #10: Procyon – “Read My Lips”

Baú do Dr. Phil |