Views

Larvae Records
Abril 2021

Dico

Ao terceiro álbum os Grunt expandem definitivamente a sua abordagem musical a vastas paisagens sonoras dominadas pela Eletrónica e pelo Metal Industrial (com os quais já haviam flirtado, recorde-se), assentes em estruturas de Death Metal pesadão e groovy.

Nessas paredes mestras cabem também solos neoclássicos (“A Valsa Libitina”, “Piedade” ou “With Agony Driving So Deep” são alguns exemplos) e breves passagens Punk/Crust (“Captivity and Abominable Idolatry” e “The Blackest Suitors”).
Todavia, o Grindcore e o Death Metal mais bruto que caracterizaram os álbuns anteriores (“Scrotall Recall” e “Codex Bizarre”) não foram totalmente postos de lado, como “Relinquish Control” bem o atesta na sua raiva desmedida, não obstante a passagem eletrónica intermédia.

As sonoridades sci-fi, ouvidas com maior preponderância nos últimos temas do álbum, beneficiariam caso fossem mais variadas. De outra forma, assemelham-se bastante entre si (quiçá terá sido essa a intenção).

Por outro lado, uma produção mais limpa revestiria de ainda mais finesse este excelente registo, dominado pelo bom gosto em meio ao grotesco sado-maso, e no qual tão amplas direções estilísticas convergem harmoniosamente para um só caminho, deixando-nos expectantes sobre até que ponto serão adensadas no próximo trabalho dos Grunt.

Finalmente, poder-se-ia pedir que a banda fosse além dos sete temas neste novo álbum, mas compreende-se a opção de manter o interesse do ouvinte num registo em que a média de duração dos temas chega aos cinco minutos e não existem fillers. A ouvir em loop.

Grunt – “Discipline”

Discos |