Views

Raging Planet
Fevereiro 2022

Miguel Correia

A banda de Trash Groove Metal portuguesa faz a sua estreia com um disco digno de figurar entre os melhores ao nível nacional dentro do género.

Depois de ouvir o primeiro single “Devil’s Road”, fiquei um pouco na expectativa relativamente aquilo que poderia esperar com a então anunciada estreia oficial. Com a chegada de “Tear Down The Wall”, o tema selecionado como segundo single, senti que se o álbum seguisse aquela linha de forma coesa seria um caso sério!
Ok, finalmente chegou, ouvi e rapidamente fiquei rendido a “Last Piss Before Death”, disco que acredito ter o potencial suficiente para o mundo saber que por aqui há vida para além de futebol, de um acabado Ronaldo e que o nosso underground grita de punhos cerrados e bem erguidos, chamando a atenção para a qualidade que emerge a cada lançamento musical, merecendo respeito, e como que pedindo uma forte e verdadeira oportunidade.

Assim, este novo trabalho traz consigo onze temas bem competentes, traduzidos numa experiência sonora, agressiva e intensa. Ao longo desta audição senti que a banda foi com tudo, lançando crueza, peso e extravagância musical criando momentos que tem tanto de belos como de devastadores para os nossos ouvidos, afinal este estilo quando criado e tocado de forma irrepreensível é feito desta forma, direto e sem rodeios.

Este álbum foi autoproduzido e é um ponto muito interessante, pois o resultado final não poderia ser melhor. Sente-se cada um dos instrumentos, a voz está bem “encaixada” e tudo soa na perfeição.

Num todo apreciei muito, mas, senti a falta aqui e ali de mais solos de guitarra, o que é pena pois daria um brilho diferente. Acima de tudo, é um grande disco!

Last Piss Before Death – “LPBD”

Discos |