Views

Raging Planet / Ethereal Sound Works
Dezembro 2022

LordSir SetePeles

Mallus Spiritus é uma entidade das trevas que se ergue das profundezas nefastas e vê a luz de um sol encoberto por um espesso manto de nevoeiro em 2022, concebida das mentes doentias e atormentadas de duas criaturas mórbidas de seu nome Jorman Khaos, a cargo de toda a instrumentação, coadjuvado pelo RP Possessed nas vozes, que nos fustigam as mentes com este bafo de negrume que é “Vultures of Dispair”, editado pela Raging Planet Records .

Até que “Vultures of Dispair” surgisse nas nossas miseráveis vidas e nos causasse náuseas de agonia, dor e sofrimento, pouco ou nada se sabia de Mallus Spiritus. Foi, portanto, uma enorme surpresa quando, num 2022 já moribundo a dar os últimos suspiros, surge este animal de tentáculos metálicos e mente depressiva. Desconhece-se o período de incubação de tal criatura, mas terá sido uma gestação pérfida e tortuosa certamente.

“Vultures of Dispair” é um album de puro e duro black metal com uma bateria mecanizada e industrial que lhe dá um toque extra de originalidade. Não vou estar aqui a destacar faixas até porque um bom álbum não é aquele que se faz de três ou quatro temas de relevância, mas sim aquele que funciona como uma obra completa no seu todo. Sendo assim, “Vultures of Dispair”  é essa obra completa e que deve ser dissecada na sua íntegra, apesar de obviamente existirem algumas malhas que se destacam, quer pela dinâmica e/ou dualidade de vozes ,ora sussurradas, proclamadas ou mais agressivas carregadas de dor e agonia, vindas do fundo do poço escuro e húmido, vociferadas por uma criatura enclausurada a carpir as suas mágoas em lamento de suplício e morte, ou o poder dos riffs gelados e as batidas de bateria mecânica e contundente.

“Vultures of Dispair” remete-nos para paisagens invernais, desoladoras, gélidas com “Grand Declaration of War” de Mayhem a surgir várias vezes como referéncia bem como Burzum em alguns ambientes lúgubres e sinitros criados pelo sintetizador.

“Vultures of Dispair” é a companhia ideal para longas e frias noites de inverno e deve ser consumido descontroladamente até que o desespero se apodere da tua mente já fragilizada pela sombria solidão. Aqui não existe vida, tudo se arrasta numa lenta e dolorosa morte e tu gostas, gostas! Pois na realidade a mente humana é de uma tremenda complexidade e está em constante alerta à espera de ser despertada e absorvida por sensações e emoções e essas por vezes podem surgir das trevas nefastas HAHAHAHA!

Bem vindos ao negro culto, HAIL SATAN!!!

Mallus Spiritus – “Vultures of Despair”

Discos |